Divisão Espaço e Defesa

OPTO Divisão Espaço e Defesa

O Legado Histórico da Divisão Espaço e Defesa da OPTO Eletrônica SA

A Divisão Aeroespacial da OPTO Eletrônica S/A foi estabelecida oficialmente em 1993 como divisão e posteriormente como subsidiaria integral da matriz, denominada OPTO Tecnologia Optrônica LTDA em 2014.

Tinha o propósito de fazer pesquisa, desenvolvimento de produtos e prestar consultoria para o setor de projetos aeroespaciais, atuando principalmente no ramo de Optrônica, tecnologia Laser e óptica aplicada à área aeroespacial.

Antes do estabelecimento formal como divisão Espaço e Defesa, a OPTO Eletrônica atuou, desde sua fundação em 1986, em diversos projetos no setor de defesa de forma esporádica, sob demanda direta de órgãos das forças armadas, sempre em sintonia com os interesses do Governo Brasileiro. Isso fez com que a OPTO Eletrônica fosse ganhando reputação de apuro técnico e profissionalismo. Em 35 anos veio a participar de vario projetos no Brasil e no exterior incluindo cooperação com países do oriente médio no final das décadas de 80 e início de 90 e com a Africa do Sul a partir de 2008.

O principal cliente final da OPTO Eletrônica sempre foi o Governo Brasileiro, por meio de seus institutos de pesquisas, agências do setor e Forças Armadas, em especial a FAB ( COPAC e CTA) o Exército Brasileiro ( CTEx) o INPE e a AEB.

A área Aeroespacial também prestou serviços para outras empresas que atuavam no mercado e que necessitaram integrar em seus produtos os subsistemas a equipamentos optrônicos, atuando como parceira e consorciada.

Parceiros como a Mectron IEC, Avibras, Equatorial Sistemas e Orbital, são algumas das destacadas empresas Brasileiras atuantes no mercado de defesa e espaço que a OPTO manteve por 30 anos parcerias ativas e duradouras.

Em 2013 a OPTO Eletrônica foi agraciada com o distintivo selo de “Empresa Estratégica de Defesa – EED” no contexto da Lei 12.598/2012, e reconhecida formalmente como detentora de importantes desenvolvimentos e produtos tecnológicos no setor, com capital 100% nacional.

A divisão Espaço e defesa contava infra estrutura única no país. A sua principal sala limpa, com 400m2 é considerada a única no Brasil especialmente desenhada para integração de subsistemas ópticos espaciais, e a única habilitada para montagem e integração de sistemas optrônicos para uso orbital e defesa. Esta sala possuía blocos sísmicos requeridos para medições ópticas de alta precisão, sala escuras e com padrão termal para calibração de sistemas de visão noturna e térmica, ampla gama de equipamentos para testes ópticos de precisão, singular gama de instrumentos especializados para desenvolvimento de testes e validação de sistemas opto eletrônicos a serem embarcados em satélites.

Em dezembro de 2016 a OPTO Tecnologia Optronica LTDA foi vendida para o Grupo SAAB/AKAER, mantendo a

OPTO Eletrônica SA acordo operacional para suprimento mutuo de tecnologias e produtos optrônicos para uso nestes setores.

O legado da OPTO Eletrônica neste setor é bastante significativo e nas próximas páginas alguns projetos serão descritos.

  • Câmera MUX para os satélites CBERS 3, CBERS4 e CCBERS 4A para o INPE
  • Câmera WFI para os satélites CBERS 3, CBERS4 e CCBERS 4A e PMM Amazonia I para o INPE
  • Câmera AWFI para a família de satélites PMM Amazonia para o INPE
  • Filtros Espectrais para uso espacial pra o INPE
  • Espoleta Ativa a Laser para os mísseis MAA-1A e MAA-1B Piranha da FAB
  • Espoleta Ativa a Laser para os mísseis MAR da FAB e PAF
  • Seeker IRSA para o Míssil A-Darter da FAB e SAAF
  • Sistema de guiamento e apontamento laser para o Míssil MSS-1.2 do Exército Brasileiro e do corpo de Fuzileiros Navais da MB.
  • Família de visores termais OLHAR VDN-X1 para o Exército Brasileiro
  • Família de Visores Termais EITMSS para o Exército Brasileiro e Corpo de Fuzileiros Navais da MB.